terça-feira, 17 de julho de 2012

Croa'sonho' ?!



Então esses dias atrás, eu e meu namorado compramos o cupom num site de compras coletivas com a oferta de 50% off em um Croassant (de alguns sabores restritos) e um suco natural ou um chocolate quente na franquia Croasonho, que aqui em Santa Maria fica na rua Venâncio Aires, 1613. Nunca havia experimentado, mas já haviam me comentado positivamente do lugar. Também nunca havia comprado cupons para estabelecimentos físicos, somente para digitais (sites e tal).

Primeiro, por um erro nosso talvez, de não ter lido as minúsculas letrinhas do cupom, não vimos que era necessário marcar hora para ser atendido pelo cupom do site. Isso é importante, concordo, pois normalmente vendem muitos cupons e o serviço acaba sendo prejudicado pela quantidade de demanda. Bueno, chegamos lá sem saber disso, com o local quase vazio, mas mesmo assim, por burocracia do site ou do estabelecimento, não pudemos ser atendidos pois não havíamos marcado hora. Tivemos que voltar para casa sem croassant, entrar no site e marcar outro dia para voltar lá.

Hoje voltamos lá. O lugar é muito aconchegante, bem arrumadinho. A comida veio rápido, não precisamos esperar mais que 15 minutos após a escolha. Por gosto pessoal e até talvez por ter criado muito expectativa, não achei grandes coisas, talvez um pouco mais de tempero, mas percebi que a maioria pede croassant doce, como pedi um salgado de frango com queijo cremoso, pode ter sido uma escolha errada. Mas a questão não é essa, tudo isso foi muito bom no meu conceito, a questão foi o atendimento.

Nosso pedido, frango com queijo cremoso e suco natural de laranja.
O atendimento foi péssimo, a atendente definitivamente parecia estar obrigada a nos atender. Sorriso no resto não havia e para vocês terem uma noção ela anotou o nosso pedido de costas. Pelo que percebemos não era apenas nós que ela atendia nessa vontade, era meio geral. Havia outras atendentes um pouco mais sorridentes, mas como quem nos atendeu foi essa, nossa impressão do lugar foi tão péssima quanto a vontade dela de nos oferecer um bom lanche.

Outra coisa que achamos desnecessário foi que absolutamente não tivemos a chance de olhar o cardápio (nem se quiséssemos comprar mais coisas além do que compramos com o cupom). Ela “jogou” na nossa mesa uma folha de ofício de um word impresso com os sabores que, quem tinha o cupom, poderia pedir. Não teve como não se sentir mal, como se achar descriminada por estar usufruindo naquele ambiente através de um cupom (ainda mais com a vontade da atendente e sua cara de amizade). Ao que me lembre, eu não comi de graça e paguei pelo lanche. A promoção foram eles que fizeram.

Acho que quando temos um estabelecimento que atende o público diretamente, devemos nos focar nos nossos funcionários. Eles são a imagem do nosso negócio, eles que fazem a imagem que iremos levar do estabelecimento e se iremos voltar ou não, e até mesmo indicar aos amigos. Não sei por que motivo essa atendente estava tão indelicada, mas ela fez o nosso lanche não sair completamente como imaginávamos. E em relação às compras coletivas, bem vocês sabem, esperamos receber o mesmo tratamento que os outros clientes, e a questão do cardápio, por menor que seja, demostra uma forma de discriminar quem comprou e está ali pelo cupom. Isso poderia ser resolvido rapidamente por uma conversa com uma atendente sorridente, informando quais sabores estavam incluídos na promoção, enquanto folhávamos o cardápio. Pena que nada disso aconteceu.

Ps: nada contra a franquia ou até mesmo a loja de Santa Maria, foi apenas um episódio lamentável que decidi compartilhar com vocês.

Um comentário:

  1. Acho que este tipo de coisa deve ser sim compartilhado e alertado, pois se os atendentes fazem isso, os donos tb são responsáveis, é culpa do dono sim não se dar conta do péssimo atendimento em seu estabelecimento, a final,acasa nem é tão grande assim, nem tem tantos funcionários que o dono não possa se dar conta da gafe(problema)

    ResponderExcluir